por Marcia Ahrends

ARTIGOS

MING

 

Usualmente traduzido por Destino, este símbolo representa o propósito da existência individual.


Os dois traços oblíquos com um terceiro horizontal, dispostos como um triângulo, representam os 3 Tesouros (San Bao). San Bao é o manancial que trazemos, compondo um organismo manifesto em graus de densidade que variam do substâncial ao insubistâncial, passando por uma infinidade de possibilidades. Significa também o organismo físico permeado pelo espiritual, com uma sofisticada teia energética permitindo toda sorte de interações.


Jing (Substância), Qi (Fluxo) e Shen (Psiquê) são, portanto o legado necessário ao cumprimento do Acordo (Destino). O quadradinho à sua esquerda representa a boca e/ou acordo, podendo ainda, em alusão a tríade superior, representar 3 bocas, que se traduz também por decreto.


O símbolo da direita confere a qualidade celeste a um compromisso selado. Este é o mesmo ideograma encontrado no nome de Ming Men, ponto na coluna traduzido por Portal da Vida, Porta da Vida ou Portal da Vitalidade. Atribui-se a este ponto a qualidade de receptáculo, ou o local físico onde os 3Tesouros (San Bao) são armazenados.


Podemos então depreender que ao recebermos este legado, composto de Matéria (JING), Energia (QI) e Mente, Espírito ou Consciência (SHEN) viemos aqui cumprir algum propósito único e singular.


Cumprir o MING, portanto, seria o caminho do Tao (Dao).   É certamente o mais natural e prazeroso para nós, considerando prazer, principalmente a utilização adequada deste manancial e/ou potencial "recebido".  Desta forma assegura também qualidade de vida, saúde e longevidade.

 

Os 5 órgãos ou sistemas principais são os oficiais, responsáveis cada um por uma parcela de tudo que é necessário para o sucesso da empreitada.

 

Purnimá (25/10/08)