ARTIGOS

por Marcia Ahrends

Sexualidade Taoista

Sexualidade Sagrada

 

"A prática da Sexualidade Sagrada, nesta abordagem Taoista, se presta a qualquer pessoa, de qualquer idade, crença, credo, sexo, esteja ela sozinha, ou tenha um parceiro fixo, pois ela primeiramente é uma prática interna.

 

Como tal leva-nos a um processo gradual de restauração e renovação da energia física, ampliando a criatividade e a percepção de si mesmo e também do outro. Isso só é possível quando se lida com uma energia poderosamente criativa, capaz de gerar vida, daí sua capacidade não só curadora, mas regeneradora e transformadora.

 

Com isso pode-se viver a experiência de estar só como uma oportunidade de prover para si mesmo o que há de melhor em termos de potência e força criativa, aumentando os níveis de satisfação e prazer e diminuindo ansiedade e carências. Na prática a dois esta potência armazenada funciona como configuradora de uma fluência rítmica e harmoniosa ente o “eu” e o “tu”, onde satisfação e prazer são intensificados pelas trocas equânimes e pulsantes entre o dar e o receber, equalizando toda e qualquer relação e diminuindo assim cobranças, insatisfações e frustrações.

 

Cada um tem em si o potencial para estar satisfeito e pleno e, sendo assim, perde-se a necessidade de ver o parceiro como alguém que chega para suprir suas carências e necessidades, pois aprende-se a dar conta disto sozinho, passando, então a compartilhar com ele a integridade e a plenitude conquistadas.

 

Acabam-se então as relações de medo e de culpa, os jogos de sedução e poder, as patologias e as perversidades sexuais, restaurando-se a pureza, a naturalidade, a espontaneidade de uma sexualidade totalmente liberta."

 

Purnimá